Os desafios do recém-graduado em Enfermagem no mundo do trabalho

Luís Paulo Souza e Souza, Weslla Sinara Soares Silva, Écila Campos Mota, Jansen Maxwell de Freitas Santana, Leila das Graças Siqueira, Carla Silvana de Oliveira Silva, Dulce Aparecida Barbosa

Texto completo:

HTML

Resumen

 

O estudo objetivou compreender como enfermeiros recém-graduados vivenciam seu primeiro emprego. Trata-se de pesquisa qualitativa, realizada com seis enfermeiros recém-graduados, em Montes Claros, Minas Gerais - Brasil. Utilizou-se entrevista para coleta dos dados, que foram gravadas e transcritas. Os dados foram trabalhados por meio da análise de conteúdo. O projeto foi submetido à apreciação e aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa, parecer número 01797/11. Quanto à caracterização dos entrevistados, os sujeitos identificados pela busca ativa na instituição de saúde foram graduados em duas diferentes instituições de Montes Claros. O ano de término da graduação dos pesquisados foi, na maioria, em 2009, totalizando 66,8 % (n=04). Observa-se que o período entre a conclusão do curso e o primeiro emprego não ultrapassou um (01) ano. Ao analisar e interpretar os dados da pesquisa, fez-se a identificação dos temas mais incidentes nos discursos que permitiu a identificação de categorias que evidenciaram os desafios enfrentados, os fatores que facilitaram as entrevistadas na sua transição e a percepção de sua formação na graduação com a realidade encontrada nas instituições de saúde. Essas categorias receberam as seguintes denominações: “Os desafios da liderança e gestão”; “Competência e habilidade técnica”; “Facilidades na transição para o mundo do trabalho”; “Formação versus realidade do profissional”. O primeiro emprego representou situação de estresse e medo, sendo pontos facilitadores a formação acadêmica, realização de estágios extracurriculares e apoio dos membros da equipe. Como dificultadores, notou-se pouca idade e inexperiência, dissonância entre a teoria da graduação e a prática profissional. O primeiro emprego foi marcado por dificuldades, mas pôde ser momento para superação dos limites decorrentes da formação profissional.


Palabras clave

Enfermagem; Prática profissional; Mercado de Trabalho; Educação em Enfermagem.

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Copyright (c) 2015 Luís Paulo Souza e Souza, Weslla Sinara Soares Silva, Écila Campos Mota, Jansen Maxwell de Freitas Santana, Leila das Graças Siqueira, Carla Silvana de Oliveira Silva, Dulce Aparecida Barbosa

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.