O cuidado em enfermagem analisado segundo a essência do cuidado de Martin Heidegger

Ariane Gomes dos Santos, Claudete Ferreira de Souza Monteiro, Benevina Maria Vilar Teixeira Nunes, Claudia Daniella Avelino Vasconcelos Benício, Lidya Tolstenko Nogueira

Texto completo:

HTML

Resumen

Introdução: Ao refletir sobre o cuidado é necessário reconhece-lo na perspectiva ontológica de sua existência, para que enfermeiros possam desenvolver uma prática humana e solidária, para além da técnica.
Objetivo: Apresentar uma reflexão analítica sobre o cuidado em enfermagem, no cenário atual da saúde, segundo a essência do cuidado de Martin Heidegger.
Métodos: Trata-se de uma análise teórico-reflexiva, construída a partir de leituras sobre o cuidado em enfermagem disponíveis em artigos científicos, em bases eletrônicas de dados e com base no conceito de cuidado proposto pelo filósofo Martin Heidegger, no livro: Ser e Tempo.
Conclusões: O cuidado deve ser entendido como um ato que vai além de procedimentos técnicos, há necessidade de envolvimento e compromisso com o outro, ou seja, deve existir uma ação humanizada.

Palabras clave

cuidados de enfermagem; filosofia em enfermagem; tecnologia.

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Copyright (c) 2017 Ariane Gomes dos Santos, Claudete Ferreira de Souza Monteiro, Benevina Maria Vilar Teixeira Nunes, Claudia Daniella Avelino Vasconcelos Benício, Lidya Tolstenko Nogueira

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.