Ampliando horizontes na interface Práticas Integrativas com Epistemologia do Sul

Mônica Gisele Costa Pinheiro, Iellen Dantas Campos Verdes Rodrigues, Richardson Augusto Rosendo da Silva, Francisco Arnoldo Nunes de Miranda

Texto completo:

HTML PDF

Resumen

Introdução: A Epistemologia do Sul valoriza a pluralidade e o diálogo entre os diversos saberes. Na saúde, valoriza as diversas práticas do cuidar, abrindo espaço para a inserção das Práticas Integrativas e Complementares.

Objetivo: Refletir sobre a dimensão das Práticas Integrativas e Complementares para o cuidado de enfermagem sob perspectiva da Epistemologia do Sul.

Métodos: Trata-se de um ensaio reflexivo acerca das Práticas Integrativas e Complementares, embasado no referencial teórico da Epistemologia do Sul.

Estruturou-se quatro categorias reflexivas: Desvelando a Epistemologia do Sul; O caminhar histórico das Práticas Integrativas e Complementares; A Epistemologia do Sul e o transitar entre o saber popular e o saber científico no uso das plantas medicinais; e O entrelaço das Práticas Integrativas e Complementares com a enfermagem, frente à Epistemologia do Sul.

Conclusão: As Práticas Integrativas e Complementares, sob o olhar da Epistemologia do Sul, é mais uma ferramenta utilizada no processo de trabalho do enfermeiro capaz de ampliar a assistência em saúde, com valorização de conhecimentos e das práticas de cuidado adotadas pelos usuários dos serviços.

Palabras clave

Filosofía en Enfermería; Terapias Complementarias; Atención Integral de Salud; Atención de Enfermería; Enfermería.

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Copyright (c) 2019 Revista Cubana de Enfermería

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.