A obtenção de conhecimento sobre ergonomia e percepção do risco ergonômico na perspectiva do enfermeiro

Ernandes Gonçalves Dias, Sheila Patrícia Dias Souza, Josicleia Pereira Gomes

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))

Resumen

Introdução: Os riscos ergonômicos presentes nos ambientes de trabalho produzem importantes contribuições negativas à saúde dos profissionais de enfermagem e por isso merecem atenção adequada.

Objetivo: Identificar estratégias de obtenção de conhecimento sobre ergonomia e a percepção do risco ergonômico na perspectiva do enfermeiro da rede pública de saúde de Mato Verde, Minas Gerais, Brasil.

Métodos: Trata-se de um estudo descritivo e qualitativo realizado com seis enfermeiros. Os dados foram coletados no mês de agosto de 2019 por meio de uma entrevista semiestruturada.

Resultados: Os enfermeiros têm conhecimento adequado sobre o conceito e a aplicação da ergonomia, obtido durante a formação e em capacitações pontuais no trabalho. As condições que na percepção dos enfermeiros configuram riscos ergonômicos estão relacionadas às posturas inadequadas e ao esforço físico empregado na realização de tarefas, às jornadas de trabalho e ao mobiliário.

Conclusão: Vale destacar a importância de investir na implementação de estratégias de obtenção e aprimoramento do conhecimento para que sejam constantes nos ambientes de trabalho. Assim, os gestores devem ser parceiros para promover uma cultura de prevenção do risco ergonômico no trabalho.

Palabras clave

Conhecimento; riscos ocupacionais; ergonomia; enfermeiras e enfermeiros.

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Copyright (c) 2020 Ernandes Gonçalves Dias, Sheila Patrícia Dias Souza, Josicleia Pereira Gomes

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.