Red Iberoamericana de Investigación en Educación en Enfermería - Região Brasil

REDES DE ENFERMERÍA

 

Red Iberoamericana de Investigación en Educación en Enfermería - Região Brasil

 

Red Iberoamericana de Investigación en Educación en Enfermería: Región Brasil

 

Red Iberoamericana de Investigación en Educación en Enfermería: Brazil Region

 

 

Vilanice Alves de Araújo Püschel; Larissa Bertacchini de Oliveira

Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (EEUSP), Brasil.

 

 


RESUMO

Introdução: a Red Iberoamericana de Investigación en Educación en Enfermería, foi constituída no ano de 2009 e o Brasil se tornou uma região independente a partir do ano de 2013.
Objetivos: descrever a experiência de criação da Rede Iberoamericana de Investigação em Educação em Enfermagem - Região Brasil e identificar os temas prioritários de investigação no país.
Métodos: relato de experiência. Para constituir a Rede foram identificados e convidados os líderes dos 38 grupos de pesquisa de Ensino em Enfermagem e docentes de instituições de ensino superior em Enfermagem no país, que desenvolvem pesquisas nesta temática.
Resultados: dos 268 convidados, 74 se tornaram membros da Rede. Todos são provenientes de Instituições Públicas de Ensino, sendo 90 % doutores. Dos temas prioritários para investigação no país relatados pelos membros, se destacaram: estratégias de ensino que sejam capazes de promover o pensamento crítico e reflexivo nos estudantes de graduação e estratégias para superar a lacuna entre o ensino teórico e a prática de campo.
Conclusão: a iniciativa no Brasil representa marco importante para o incremento de pesquisas em Educação em Enfermagem em redes colaborativas, visando à melhoria da qualidade das pesquisas e da educação em enfermagem no país e na Iberoamérica.

Palavras-chave: enfermagem; ensino superior; redes de investigação.


RESUMEN

Introducción: la Red Iberoamericana de Investigación en Educación en Enfermería se estableció en 2009 y Brasil se convirtió en una región autónoma desde el año 2013.
Objetivos: describir la experiencia de la creación de la Red Iberoamericana de Investigación en Educación en Enfermería - Brasil Región e identificar los temas prioritarios de investigación en el país.
Métodos: relato de experiencia. Para formar la Red - Brasil se identificaron e invitaron en el país a los líderes de 38 grupos de investigación en enfermería y a los coordinadores de pregrado de enfermería de instituciones de educación superior en enfermería a respecto del desarrollo de la investigación sobre este tema.
Resultados: De las 268 personas invitadas, 74 se convirtieron en miembros de RIIEE - Brasil. Todos son de las Instituciones Públicas de Educación y 90 % tiene doctorado. Sobre las prioridades para la investigación en el país, los miembros mencionaron: la enseñanza de estrategias capaces de promover el pensamiento crítico y reflexivo de pregrado y las estrategias para reducir la brecha entre el campo teórico y el práctico.
Conclusiones: la iniciativa de Brasil es un hito importante para el crecimiento de la investigación en Educación en Enfermería en redes de colaboración, con el objetivo de mejorar la calidad de la investigación y la educación en enfermería en el país y en Iberoamérica.

Palabras clave: enfermería; educación superior; redes de investigación.


ABSTRACT

Introduction: The Ibero-American Network of Nursing Education Research – Region – Brazil was established in 2009 and Brasil became an independent region from 2013.
Objectives: To describe the experience of creating the Ibero-American Network of Nursing Education Research – Region – Brazil as well as to identify the priority themes being studied in the country. Methodology: Accounts of experience.
Results: To constitute the Net-Brazil, leaders of 38 research groups in nursing were identified and invited to participate. Of 268 researchers invited to take part, 74 have become members of Net-Brasil. All of them come from public universities, and 90 % of them have a PhD. Of the priority themes for research in the country, according to the members, are: teaching strategies which are capable of promoting critical and reflexive thinking on undergraduate students and strategies to bridge the gap between theory and practice.
Conclusions: This initiative in Brazil represents an increment in researches in Nursing Education through collaborative networks, aiming the improvement of quality in researches, as well as that of nursing education in Brazil and Ibero-America.

Key words: nursing; higher education; network research.


 

 

INTRODUÇÃO

A Red Iberoamericana de Investigación en Educación en Enfermería (RIIEE), foi constituída no marco da X Conferencia Iberoamericana de Educación en Enfermería, na cidade do Panamá, em 27 de outubro de 2009, seguindo as diretrizes da Organização Panamericana de Saúde.1 Teve como antecedentes, investigações que analisaram trabalhos apresentados nos Coloquios Panamericanos de Investigación en Enfermería, no período de 1988 e 1998,2 e que construíram o estado da arte da produção do conhecimento em Enfermagem na América Latina.3

A RIIEE tem como missão “conformar un grupo de profesionales de enfermería integrados a una red internacional comprometidos con el desarrollo de la investigación en educación en enfermería, interesados en compartir experiencias, mejorar la calidad de la educación, el cuidado de enfermería y el avance de la disciplina. En pro del mejoramiento e innovación e nuevos modelos educativos y de la promoción de la calidad de la formación de los profesionales de enfermeira”

A partir de sua constituição, um grupo coordenador da RIIEE formado pelos coordenadores das Regiões de Iberoamérica, liderado por Maria Antonia Jimenez, vem desenvolvendo ações que consistiram em: elaborar um documento de constituição da Red (em que consta antecedentes, justificativa, visão, missão, objetivos gerais, declaração de princípios, modelos organizacional, tipos de serviços e produtos que oferece, elementos estratégicos); participar das reuniões de planejamento dos trabalhos, que ocorrem à distância, utilizando a ferramenta do Skype; organizar as reuniões presenciais que ocorrem anualmente por ocasião dos eventos da Asociación Latinoamericana de Escuelas y Facultades de Enfermería (ALADEFE), Conferência de Educação e Colóquio de Investigação, dentre outros. Na atualidade, vem desenvolvendo o projeto multicêntrico intitulado Desarrollo del pensamiento reflexivo y crítico en los estudiantes de enfermería: situación de Iberoamérica.

Desde a sua constituição, em 2009, a Profa. Dra. Vilanice Alves de Araújo Püschel vem participando como membro do grupo coordenador, representado a Região Conesul. A partir de abril de 2013, o Brasil se tornou uma Região, dada à sua extensão territorial e à liderança na produção do conhecimento em Enfermagem.

O trabalho que vem sendo desenvolvido pelo grupo coordenador é intenso. Ao liderar o trabalho nas Regiões cada coordenador buscou identificar e compor os seus membros por país.

 

A EXPERIÊNCIA DE CRIAÇÃO DA RIIEE-BRASIL

Trata-se de um relato de experiência da criação da RIIEE-Região Brasil e dos resultados obtidos com a pesquisa relativa aos temas prioritários de investigação no país, realizada com todos os membros da rede.

Nos anos de 2010 e 2011, foi feita busca no diretório dos Grupos de Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) com as palavras-chave “Enfermagem”, “Ensino em Enfermagem” e “Educação em Enfermagem”, sendo identificados 39 grupos de pesquisa na área. Buscou-se também no site do Ministério da Educação, as Instituições de Ensino Superior (IES) públicas que ofereciam o curso de graduação em Enfermagem. Foram encaminhados convites para participação da RIIEE-Brasil, aos os líderes dos grupos de pesquisa da área e para os coordenadores dos cursos de graduação em Enfermagem das IES, perfazendo total de 268 convites.

Dos 268 convites enviados no Brasil, 74 pessoas manifestarem interesse em se tornarem membros da RIIEE. Destes, 91 % possuem o título de Doutorado. A maioria era constituída por docentes da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, campus São Paulo e Ribeirão Preto (25 %), Universidade Federal de Santa Catarina (9,5 %) e Universidade Federal do Rio Grande do Norte (9,5 %). Com relação à procedência dos pesquisadores a maioria é da Região Sudeste do país (63 %), seguido pela região Nordeste (18,5 %), Sul (11 %), Norte (4,5 %) e Centro-Oeste (3 %).

Em 2011, na III reunião presencial da RIIEE que ocorreu em Coimbra, por ocasião da XI Conferência de Educação em Enfermagem, identificaram-se, entre os membros presentes, os temas prioritários de investigação em Educação em Enfermagem. Para isso, foi utilizado um instrumento elaborado pelos coordenadores da RIIEE, com temas relacionados à Implementação e à Gestão do Ensino de Enfermagem, com enfoque pedagógico e a Avaliação do Ensino Superior em Enfermagem, com enfoque na qualidade das instituições de ensino superior em Enfermagem. Os temas foram definidos com base em discussões dos coordenadores da RIIEE e nos resultados da investigação voltada ao estado da arte da educação em Enfermagem, de 1995 a 2000, coordenada pela Profa. Maria Antónia Jimenez, líder da RIIEE.

Posteriormente, cada Região teve como tarefa aplicar o instrumento entre os membros de seus países. O instrumento foi aplicado aos membros da RIIEE-Brasil, quando esta possuía 51 membros e o instrumento foi respondido pela totalidade destes, com contato feito via endereço eletrônico (e-mail).

O tema “Estratégias de ensino que sejam capazes de promover o pensamento crítico e reflexivo nos estudantes de graduação” foi identificado, tanto na consulta aos membros do Brasil, quanto na classificação geral da RIIEE, como a principal prioridade de investigação.

Sendo assim, o grupo coordenador passou a elaborar e desenvolver o projeto multicêntrico em todos os países membros da RIIEE, intitulado “Desarrollo del pensamiento reflexivo y crítico en los estudiantes de enfermería: situación de Iberoamérica. Este projeto será desenvolvido em três fases (diagnóstica, de intervenção e de avaliação da intervenção). A fase diagnóstica está em fase de finalização, cujos objetivos são: Identificar as estratégias de ensino utilizadas pelos docentes no contexto Iberoamericano para desenvolver o pensamento crítico e reflexivo em estudantes de enfermagem e caracterizar as estratégias educacionais para o ensino do pensamento crítico e reflexiva, a partir da literatura de levantada.

 

A IMPORTÂNCIA DA CRIAÇÃO DA RIIEE-BRASIL

O Brasil presencia um aumento exponencial dos cursos de graduação no Brasil. Consulta feita no final de junho de 2013 no site do e-MEC que contém informações sobre as Instituições de Ensino Superior e Cursos cadastrados no Brasil, foram identificadas 964 Instituições de Ensino Superior (IES) que oferecem o curso de graduação em Enfermagem no país, de modo que, considerando a última década, houve um aumento superior a 800 % do número de cursos na área.

Cresceu também o número de grupos de pesquisa que tem o Ensino/Educação em Enfermagem como foco de investigação. Foram identificados no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em julho de 2013, 389 grupos utilizando-se as palavras Enfermagem, Ensino de Enfermagem e Educação em Enfermagem. Após análise minuciosa das linhas de pesquisa de cada grupo, foram selecionados e classificados 69 grupos, o que contribui para aumento significativo da produção científica nacional na área. Vale salientar que, quando foi criada a rede, o número de grupos de pesquisa identificados na área foi de 39, demonstrando assim que houve aumento expressivo destes também nos últimos anos.

Com este panorama, é de suma importância a criação de uma Rede de Investigação em educação em Enfermagem no país, que tenha como objetivo pesquisar os efeitos do crescimento acelerado de cursos de graduação em Enfermagem, compreender o impacto da produção científica na área de educação em Enfermagem e os produtos dos grupos de pesquisa na área, além de promover o estímulo à produção e à divulgação do conhecimento a partir do estreitamento das fronteiras geográficas, em redes, em um país de grande extensão territorial. Surge, portanto, como elemento estratégico para a discussão e investigação de temas atuais e emergentes, a partir da definição de linhas prioritárias de investigação no país, e, para isso, é de fundamental importância o desenvolvimento de investigações multicêntricas. Esta iniciativa de certo modo vem também responder a questões emergenciais, descritas na Carta de Belém para a Educação em Enfermagem Brasileira, qual seja: “Instituir a Rede ABEn de Pesquisa em Educação em Enfermagem, com vistas a produzir evidências que alicercem a formulação de políticas públicas para a educação de enfermagem e a transferência de tecnologias educacionais para a área”. 4

A iniciativa de criação da RIIEE surgiu da necessidade de investigar a temática da educação em Enfermagem de forma organizada, que permita conhecer e responder aos problemas relativos ao ensino de Enfermagem e, assim, atender aos objetivos para os quais foi criada, dentre eles: constituir um espaço de socialização, análise e discussão para os enfermeiros sobre a temática da educação em Enfermagem; promover a produção científica na área e unir esforços através da formação de redes grupos de pesquisa nacionais e internacionais para o desenvolvimento de investigações em educação em Enfermagem.

Desenvolver o ensino e a aprendizagem em Enfermagem voltado ao compromisso de responder às demandas da sociedade e de um mundo em transformação e interdependente5, pressupõe desenvolver uma educação transformadora, que promova no estudante a aquisição de conhecimentos e habilidades, voltada à socialização dos estudantes em torno de valores e ao desenvolvimento de atributos de liderança com o propósito de produzir agentes de mudança.5

Espera-se que a RIIEE-Região Brasil seja capaz de estreitar as fronteiras geográficas do país, de modo que possam ser desenvolvidas discussões abrangentes sobre as temáticas que demandam investigação na área de educação em Enfermagem e que a partir disto sejam desenvolvidos projetos multicêntricos em parceria com instituições de ensino do país. Acredita-se que pelo elevado nível de titulação dos membros da RIIEE Brasil e pelo prestígio acadêmico das instituições das quais estes docentes fazem parte, possa aumentar a produção científica na área e contribuir para a formação de novos pesquisadores, especialmente nas áreas que têm menor número de membros.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. Organización Panamericana de la Salud. Gestión de Redes en la OPS/OMS Brasil. Conceptos, Prácticas y Lecciones Aprendidas. Brasília: Organización Panamericana de la Salud;2008.

2. Orrego S, Castrillón MC, Nájera RM, Salazar MO. Estado del arte de la investigación presentada en los coloquios panamericanos de investigación en enfermería: 1988-1998. Em: Memorias del 7 Coloquio Panamericana de Investigación em Enfermería;2000 Oct 9-12. Bogotá: ACOFAEN; 2000. p. 86-94.

3. Do Prado MLY, Gelbcke FM. Producción de conocimiento en enfermería en Latinoamérica: El estado del arte. Mecanografiado, En: Reunión Internacional de Enfermería, Impacto de la enfermería en la salud: América Latina y el Caribe. Belo Horizonte, Brasil: ALADEFE; 2000.

4. Associação Brasileira de Enfermagem (ABEN). Carta de belém para a educação em enfermagem brasileira. Rev Bras Enferm 2012;65(4):696-8.

5. Frenk J, Chen L, Bhutta ZA, Cohen J, Cirsp N, Evans T, et al. Health professionals for a new century: transforming education to strengthen health system in an interdependent world. Lancet 2010;376(9756):1923-58.

 

 

Recibido: 17 de noviembre de 2013.
Aprobado: 14 de enero de 2014.

 

 

Vilanice Alves de Araújo Püschel. Enfermeira. Professora Associada da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (EEUSP). Coordenadora daRed Iberoamericana de Investigación en Educación en Enfermería Região Brasil. São Paulo, SP,
Brasil. vilanice@usp.br. Teléfono: +55 11 30618844

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Copyright (c) 2015 Larissa Bertacchini de Oliveira, Vilanice Alves de Araújo Püschel

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.