O cuidar em saúde mental: contribuições fenomenológicas acerca de mulheres trabalhadoras em situação de climatério

Glaucimara Riguete de Souza Soares, Elaine Antunes Cortez, Rose Mary Andrade Silva, Selma Petra Chaves Sá, Sonia Mara Faria Simoes

Texto completo:

HTML

Resumen

Introdução: em 2050 poderá existir mais de dois milhões de pessoas acima dos 60 anos. Pensando na longevidade feminina é oportuno apresentar reflexões acerca da Saúde da Mental das Mulheres Trabalhadoras em Situação de Climatério.
Objetivo: compreender o significado que a mulher trabalhadora atribui à vivência do climatério e suas interfaces em relação à Saúde Mental.
Métodos: estudo qualitativo, de abordagem fenomenológica heideggeriana, entrevista de modalidade fenomenológica. Foram depoentes dezoito professoras do ensino médio que estavam no climatério.
Resultados: unidades de significado: 1 - sente cansaço, irritação, fica sensível, ansiosa, chora, sofre... muda hábitos/comportamentos... São coisas estranhas e que nunca teve, que não sabe explicar, que vêm e vão de repente, que a preocupam...; 2 - aceita como parte da vida de toda mulher e enfrenta: se controlando, levando na brincadeira e se ocupando com outras atividades. Porém, percebe as modificações trazidas pelo tempo, refere que já não consegue mais fazer as coisas como fazia. Preocupa-se mais com a vida e sente necessidade de mudanças. A interpretação destas unidades está na compreensão vaga e mediana e hermenêutica.
Conclusão: As contribuições para o Cuidado em Saúde Mental e Enfermagem é que profissionais repensem sua atuação quanto ao preparo da mulher adulta para o climatério/ menopausa, desviando-se de um modelo assistencial para um atendimento holístico e humanizado na adultez, que forneça informações, conceitos e liberdade para questionamentos. Pensa-se, serem estas, estratégias formadoras de um Cuidado Humano necessário em Saúde.

Palabras clave

climaterio; saúde da mulher; saúde mental; cuidados de enfermagem; saúde do trabalhador

Referencias

RENNÓ JR , DEMARQUE R, LOBO HR, CAVALSAN JP, SILVA AG. Saúde Mental da Mulher: transtornos psiquiátricos relacionados ao ciclo reprodutivo. RDP [serial na internet] 12 de novembro de 2012 [citado em 11 de janeiro de outubro de 2014]; 20 (2). Disponível em: http://www.abp.org.br/download/revista_debates_nov_dez_2012.pdf

REIS LM, MOURA AL, HADDAD MCL, VANNUCH TO, SMANIOTO FN. Influência do climatério no processo de trabalho de profissionais de um Hospital Universitário Público. Cogitare Enferm. 2011; 16 (2): 232-9.

BRASIL MS. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Manual de Atenção à Mulher no Climatério/Menopausa. 1 ed. Brasília: Ministério da Saúde; 2008.

POLISSENI AF, ARAÚJO DA, POLISSENI F, MOURÃO JUNIOR CA, POLISSENI J, FERNANDES ES. Depression and anxiety in menopausal women: associated factors. RBGO[serial na Internet]. 09 de janeiro de 2009 [cited 10 de dezembro de 2012]; 31 (1):117-23. Disponível em:http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010072032009000100006

FERNANDES RCL, SILVA KS, BONAN C, ZAHAR SEV, MARINHEIRO LPF. Avaliação da cognição de mulheres no climatério com o Mini-Exame do Estado Mental e o Teste de Memória da Lista de Palavras. Cad. Saúde Pública, 2009; 25(9):1883-93.

COSTA AO. Contraste entre sexos, contraste entre mulheres. Cad. Pesqui. [serial na internet]. 10 de março de 2013 [citado em 11 de outubro de 2014]; 43 (149). Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S010015742013000200002&script=sci_arttext&tlng=es

TANAKA OY, RIBEIRO EL. Ações de saúde mental na atenção básica: caminho para ampliação da integralidade da atenção. Ciência & Saúde Coletiva, 2009: 14(2):477-86

CASANOVA MA. Nada a caminho: impessoalidade, niilismo e técnica na obra de Martin Heidegger. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2006.

PAULA CC, PADOIN SMM, TERRA MG, SOUZA IEO, CABRAL IE. Modos de condução da entrevista em pesquisa fenomenológica: relato de experiência. Rev Bras Enferm. 2014: 67(3):468-72.

Heidegger M. Ser e Tempo. 3. ed. Petrópolis: Vozes; 2008.

STEINER G. As idéias de Heidegger. São Paulo: Cultrix, 1978.

Heidegger M. Todos nós ... ninguém: um enfoque fenomenológico do social. São Paulo: Moraes, 1981.

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Copyright (c) 2015 Glaucimara Riguete de Souza Soares, Elaine Antunes Cortez, Rose Mary Andrade Silva, Selma Petra Chaves Sá, Sonia Mara Faria Simoes

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.